0

Programa Agrícola Lindt & Sprüngli

A Lindt & Sprüngli possui uma profunda ligação com Gana. Grande porcentagem do cacau utilizado para fabricar o chocolate Lindt vem desse país da África Ocidental. Produtores locais vêm cultivando esse popular fruto por muitas gerações. Com o seu Programa Agrícola, a Lindt & Sprüngli tem o compromisso de melhorar as condições de vida e de trabalho dos agricultores em Gana.

Por muitos anos, a Lindt & Sprüngli tem enfrentado a questão de como o cacau de alto padrão pode ser preservado e como a qualidade de vida dos agricultores pode ser melhorada. Em 2008, alcançamos um marco histórico: em conjunto com a Armajaro - empresa parceira de cadeia de suprimentos – e a organização estadual Ghana Cocoa Board, a Lindt & Sprüngli lançou um projeto pioneiro que marcou o ponto de partida do presente Programa Agrícola Lindt & Sprüngli. 

Desde então, temos desempenhado esforços contínuos para organizar a aquisição de cacau de forma responsável. Esse processo possui quatro etapas:

1. A primeira etapa é a rastreabilidade: Rastreabilidade significa que sabemos de onde vêm os grãos de cacau adquiridos. Todos os sacos contam com códigos para que possamos rastrear os agricultores que cultivaram e forneceram os grãos. Isso constitui uma base para o fortalecimento da situação dos agricultores: quando a Lindt & Sprüngli e seus parceiros conhecem os produtores locais, é possível promover melhores condições de forma mais direcionada.

2. A segunda etapa é a formação e monitoramento interno: Através de medidas de apoio, os produtores de cacau podem constantemente melhorar o cultivo e o subsequente processamento do cacau até o momento da entrega. Com o objetivo de enraizar temas sociais e ecológicos nas mentes dos agricultores a longo prazo, estamos apostando nas chamadas escolas de campo para agricultores: os produtores são conscientizados sobre assuntos como trabalho infantil, segurança ocupacional e ecologia. Ao mesmo tempo, adquirem o conhecimento necessário sobre agricultura para otimizar seu rendimento. Através da análise sistemática das informações geradas pelo exclusivo sistema de monitoramento interno, é possível mensurar as melhorias em relação às práticas agrícolas, sociais e ecológicas.

3. O terceiro pilar consiste de atividades de melhoria: A Lindt & Sprüngli investe tanto na formação do agricultor quanto no desenvolvimento da comunidade. Por exemplo, os produtores recebem acesso a insumos e novas plantas. O desenvolvimento da comunidade é promovido através do apoio à infraestrutura local, por exemplo, com a disponibilização de poços para proporcionar acesso à água potável ou mosquiteiros contra a malária para melhorar a saúde.

4. O quarto pilar é a avaliação externa: O sistema e as práticas dos agricultores são revisados por auditores independentes renomados. Dessa forma, nossos clientes têm a garantia de que a Lindt & Sprüngli está continuamente trabalhando para melhorar as práticas dos produtores de cacau.

Essas quatro etapas formam uma base sólida para a aquisição responsável de cacau e são os pilares básicos do Programa Agrícola Lindt & Sprüngli. Todos se beneficiam com isso: os agricultores podem ampliar suas colheitas e, portanto, aumentar suas receitas a longo prazo, e há a disponibilização de grãos de cacau de alta qualidade para a produção de chocolate Lindt. O ambiente também agradece: uma vez que os produtores recebem treinamentos sobre práticas agrícolas ambientais, é possível reduzir os danos ao solo, ar, água e animais. Clientes e consumidores podem confiar na seriedade da Lindt & Sprüngli quando o assunto é sustentabilidade e também podem ter a certeza de que as condições dos agricultores e das comunidades estão sendo melhoradas de forma contínua.

Foco em Gana

Costa do Marfim e Gana são dois dos países mais importantes do mundo para a produção de cacau. Mais da metade da colheita mundial vem desses dois países da África Ocidental. Já que as condições para a aquisição responsável e de alta qualidade são melhores em Gana do que na Costa do Marfim, apenas os grãos de cacau provenientes de Gana são usados para a produção de chocolate Lindt, desde 2005. Lá a qualidade dos grãos é mais alta e o risco de trabalho infantil é menor porque o mercado de cacau, em Gana, conta com rígidas regulações há muitos anos. O preço mínimo do cacau é regulado pelo estado, o que proporciona maior segurança e renda estável para os agricultores. A concentração em um só país e a estreita colaboração com parceiros locais significa que o nosso entendimento do país e do povo ganês está sempre se aperfeiçoando. Como resultado, as falhas e os desafios podem ser resolvidos de forma muito específica. Logo, as soluções desenvolvidas com os nossos parceiros abordam os temas mais importantes para os agricultores. 

Contribuição voluntária

A fim de desenvolver projetos específicos para os agricultores e melhorar suas condições de vida, pagamos – de forma voluntária - um valor superior por tonelada de cacau adquirida para a produção de chocolate Lindt. Esse valor adicional é alocado localmente em projetos que visam melhorar as condições de vida e de trabalho. Aqui, os projetos com foco na formação básica e contínua dos agricultores são de suma importância.

O cacaueiro é uma árvore sensível que precisa ser bem cuidada e cultivada através do árduo trabalho manual – é só assim que ela produzirá grãos de alta qualidade que poderão ser transformados no magnífico chocolate Lindt.

É necessário extenso know-how para plantar os cacaueiros corretamente, colher seus frutos no momento certo e realizar os primeiros passos de processamento. Portanto, nossos parceiros locais trabalham em conjunto com os produtores para garantir a alta qualidade. Com esse objetivo, os agricultores recebem formação em boas práticas agrícolas. Assim, eles podem trabalhar de forma mais econômica, melhorar a qualidade e aumentar o rendimento de sua safra. Além disso, é atribuída grande importância aos cursos de formação de segurança ocupacional, condições de trabalho justas e comportamento ambiental.

Água potável tratada e acesso à educação

Não basta investir na educação e formação dos produtores de cacau. Também é importante trabalhar para garantir a melhora das condições de vida e infraestrutura. Por exemplo, frequentemente há escasso acesso à água potável ou educação, e doenças tropicais, como: a malária. Muitos projetos implementados pela Lindt & Sprüngli em colaboração com parceiros locais visam enfrentar esses desafios: a assistência através da disponibilização de milhares de mosquiteiros e a construção de poços que ajudam a proteger a saúde dos moradores. Desde 2008, uma escola que havia sido destruída também foi reconstruída e modernizada. Outros centros de treinamento menores – os chamados Centros de Recursos das Aldeias – foram construídos. Assim, os agricultores obtêm acesso aos treinamentos e as crianças das escolas locais podem utilizar os computadores, internet e tecnologias modernas de comunicação.

Expandindo o modelo de sucesso

O Programa Agrícola Lindt & Sprüngli, que foi desenvolvido a partir do Projeto Gana, é um programa feito sob medida para a aquisição responsável e sustentável de cacau. O principal objetivo do programa é garantir progresso contínuo e implementar atividades concretas para apoiar melhorias no campo. Uma vez que o modelo provou ser favorável à sociedade, o mesmo será expandido para outros locais de origem de cacau e cobrirá todo o nosso abastecimento até 2020.

Mais informações sobre o compromisso Lindt & Sprüngli com a sustentabilidade estão disponíveis na seção de sustentabilidade do site Lindt & Sprüngli.